Conselho Fiscal aprova as contas do sindicato

Reunidos na sede do SISEM (Sindicato dos Funcionários e Servidores Municipais de Campo Grande), no início do mês de dezembro, juntamente com o contador, Reinaldo Magalhães Leão, o Conselho Fiscal da entidade, após analisar minuciosamente todas as notas fiscais, boletos e pagamentos oriundos das despesas realizadas pela atual diretoria e não encontrando nada que desabonasse a correta aplicação dos recursos da contribuição sindical e associativa dos associados, votou e aprovou por unanimidade as contas do sindicato, referente todo o ano letivo de 2015 até junho de 2016.

Com a presença de quatro dos cinco membros titulares do Conselho Fiscal: Andreza Maura Reguera, Edison Rodrigues de Oliveira, Damião José de Almeida e Anésia Artusi, faltando apenas a conselheira Nazaré Rodrigues dos Santos, que pediu dispensa desta reunião por motivos pessoais, os fiscais analisaram os documentos, acompanhado pelo contador para sanar qualquer dúvida que pudesse surgir no seu entendimento.

Após verificarem todos os documentos comprobatórios das receitas e despesas de todos os recursos administrados pela atual diretoria, referente o ano de 2015 e ainda o primeiro semestre de 2016, os conselheiros chegaram a conclusão de que as contas estavam em ordem e preparadas para serem apreciadas e votadas pela soberana assembleia dos trabalhadores a ser convocada pelo presidente Marcos Tabosa.

Da análise e apuração minuciosa dos fatos, realizado através dos documentos apresentados pelo contador Reinaldo Magalhães Leão, o Conselho Fiscal votou pela aprovação das contas, dando ciência e legalidade ao que determina o estatuto, de fiscalizar com rigor a correta aplicação dos recursos administrados pelo sindicato na manutenção de sua estrutura física e operacional como pagamento de funcionários e os encargos decorrentes, água, luz, telefone, internet, site, despesa com transporte e os demais custos aplicados na luta sindical em defesa de seus associados que fazem do SISEM o maior sindicato de servidores de Mato Grosso do Sul e um dos maiores do Centro Oeste. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*